segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Bebidas Alcoólicas Fermentadas

As bebidas alcoólicas são dividas em fermentadas, destiladas e compostas, e neste post iremos falar sobre as fermentadas. Primeiramente, é importante saber o que é uma bebida e o que é uma bebida alcoólica. As bebidas são produtos alimentícios líquidos, que servem principalmente para combater a sede. Já as bebidas alcoólicas são aquelas que contêm álcool em sua constituição. É também o líquido obtido pela destilação de substâncias açucaradas, fermentadas.

                As bebidas fermentadas se diferenciam das outras pelo processo de produção, onde estas são preparadas pelo processo de fermentação que é mais lento que o processo de destilação. A fermentação é definida como reação espontânea de um composto orgânico, pela presença de um fermento que o decompõe. É o processo de transformação química acompanhada de efervescência. É a agitação. Há vários tipos de fermentação, como a pútrida, a maloláctica, a butírica etc. Mas uma das mais importantes é a alcoólica que é a transformação do açúcar de certas substâncias em álcool etílico e anidrido carbônico com desprendimento de calor. Como bebidas alcoólicas fermentadas temos os vinhos, as cervejas, as champagnes e as sidras. Como já foi falado muito do vinho em outros posts, não falaremos dele neste post.

Cerveja: bebida popular obtida a partir da fermentação de cereais: lúpulo, cevada, cereais maltados. Teor alcoólico: 3-5 °GL. Champagne: bebida sofisticada para brindar momentos especiais. A matéria-prima para obtenção é a mesma do vinho, a uva, mas neste caso a fermentação só ocorre na garrafa, ou seja, o suco de uva é engarrafado e em seguida armazenado, a partir daí é que se tem a bebida fermentada. Teor alcoólico: 11 °GL. Sidra: ela possui características que imitam a Champagne, mas com uma diferença, a bebida é obtida pela fermentação da maçã. Teor alcoólico: 4-8 °GL. 

                A cerveja é uma bebida alcoólica carbonatada produzida através da fermentação de materiais com amido, principalmente cereais maltados como a cevada e o trigo. Seu preparo inclui água, como parte importante do processo e algumas receitas levam ainda lúpulo e fermento, além de outros temperos como frutas, ervas e outras plantas. É uma bebida saudável que está presente na alimentação do Homem desde tempos ancestrais. Muitas vezes vista como a bebida dos pobres, muito inferior ao vinho. As cervejas contem um grande número de componentes como antioxidantes e vitaminas provenientes dos cereais maltados. O consumo moderado de cerveja pode proteger as pessoas de doenças cardiovasculares  conforme já foi demonstrado em vários estudos feitos no mundo todo. Outros estudos obtiveram resultados que o consumo moderado de cerveja também pode proteger contra a formação de pedra na vesícula, osteoporose e até diabetes.

            Champagne é um espumante natural e é o produto no qual o anidrido carbônico é resultante de uma segunda fermentação do vinho. A diferenciação dos espumantes em relação aos vinhos começa na colheita. As uvas são retiradas precocemente da parreira em baixas temperaturas, para preservar a alta acidez. Fator importante para conseguir o frescor desejado dessa bebida. O mosto-flor, o suco que flui livremente das uvas sem pressão externa, que não o peso da colheita, é o que vai fermentar para se transformar em vinho-base. Essa fermentação é feita em barris de carvalho ou tanques de aço. Após essa primeira, o vinho-base vai para uma segunda fermentação pelo método Charmat ou Champenoise. Esta segunda fermentação provocada (uso de leveduras) é feita em reservatórios especiais, para agüentar a pressão (autoclaves) ou na própria garrafa de comercialização, formando o anidrido carbônico responsável pela formação das borbulhas, espuma e o movimento de "estouro" do champanhe. Porém o verdadeiro segredo da qualidade de um espumante está no componente que é a base da solução: o Vinho.

                Sidra é a bebida alcoólica feita a partir da fermentação única da mação ou do suco concentrado principalmente, também é usado o suco de pêra. Geralmente possui teor alcoólico entre 4% e 8% por volume. No Brasil a bebida recebe corantes  e aromatizantes, além de ser gaseificada.




Bibliografia:

Postado por: Maria Luiza Alves Naves

Nenhum comentário:

Postar um comentário